MANOEL ARAÚJO

20200327_145902-menor.jpg

MANOEL ARAUJO, arquiteto e urbanista formado pela École d’Architecture Paris-Villemin (UP-1), iniciou seus estudos no Departamento de Desenho da Universidade de Brasília.

De família carioca, passou parte de sua vida em Brasília , cidade que despertou seu fascínio pela imensidão dos espaços, construídos ou não.

A cada viagem ao Rio de Janeiro observava a diferença entre esses  universos tão distintos: o planalto, o cerrado e a vastidão do horizonte por um lado e, por outro lado, o mar, o relevo acidentado e o verde das matas. A forma como as pessoas ocupam uma cidade projetada e nela se organizam e se procuram e a maneira como as relações se criam num ambiente urbano mais denso, cujo crescimento ora desviou, ora transpôs a geografia  e onde as pessoas se “cruzam” ou se “esbarram”.

Cursando arquitetura em Paris, ficou fascinado pela cidade. Seu patrimônio extremamente rico, herdado por séculos de história, cohabita com a efervescência contemporânea, acolhendo inúmeras manifestações e atores, de diferentes áreas e campos, de todas as partes do mundo.

Em seus projetos sempre dá grande relevância ao sítio. Fatores como a orientação em relação ao sol e ventos, relevo, latitude, o entorno e a vista influenciam diretamente na sua concepção.

Busca sempre explorar a amplitude e a leveza dos espaços. Há uma incessante preocupação com a luz, aproveitando e potencializando a iluminação natural e privilegiando a luz indireta.

Radicado no Rio de Janeiro há quase duas décadas, tem realizado projetos residenciais, comerciais, de escritórios e de interiores.